Make your own free website on Tripod.com

Fraternidade Rosacruz Max Heindel

 

Sorry, your browser doesn't support Java(tm).

 Ao Longo do Ano com
Maria

por Corinne Heline

 

Introdução

Sobre a região da terra conhecida como a Terra Santa, acha-se

localizado o reino descrito ao longo da Bíblia como a Nova

Jerusalém , no qual acha-se situado o Templo Cristão dos Mistérios.

Nesse Templo etéreo realiza-se, cada mês, o sublime Cerimonial que

tem relação com acontecimentos importantes na vida de nosso abençoado

Senhor e Sua mãe, a Virgem Maria. Cada acontecimento, desde o

Nascimento à Ascensão, mencionado no Novo Testamento representa uma

experiência espiritual definida que deve, subseqüentemente, ocorrer

dentro de nós mesmos, pois cada um de nós é um Cristo em formação.

Todos os Rituais do Templo realizam-se na noite em que o Sol entra em

um dos doze signos zodiacais; a força rítmica dessa Observância

persiste através do mês inteiro. Tal força é um poder espiritual de

imenso ímpeto, um dos fatores estabilizadores mais significativos

para a nossa terra. É sobremodo importante em épocas de estresse e

incerteza, tal como a que estamos atravessando agora. Um desses

Santos Cerimoniais, sendo presenciado em consciência e testemunho,

foi a base das visões de muitos santos, como registradas através dos

séculos.

Maria foi enviada ao plano físico com uma missão definida pelos

Exaltados Seres que cuidam da evolução da Terra. Seu trabalho é

claro: de elevar toda a humanidade, mas primordialmente as mulheres

do mundo. A Irmandade Branca não se torna desencorajada nem perde

interesse porque a maior parte da humanidade não consegue entender e

apreciar os seus serviços. A Virgem Mãe tem trabalhado continuamente

com a categoria, e não cessará de fazê-lo até que a mulher esteja

emancipada e cada indivíduo adquira iluminação. A imprecedente e

repentina melhora no status das mulheres, em geral, durante os

últimos poucos séculos é grandemente devida aos esforços desse

benigno Ser.

Naquela primeira Noite de Natal, um poder transcendente centrado na

estrela brilhante pairou por sobre a pequena cidade de Belém, e um

êxtase sobrevoou toda a região. Flores abriram-se dos botões e uma

brisa igual à da primavera encheu o ar. Os Reis Magos ajoelharam-se

em homenagem e adoração. Então, do céu, brilhou uma chama dourada

maravilhosa, uma ponte radiante unindo o Céu e a Terra. Desse feixe

de Luz bruxuleante desceram multidões de Anjos e Arcanjos, trazendo

uma mensagem de paz na Terra e boa vontade para toda a humanidade.

E, com eles, trouxeram o Santo Filho, o Infante destinado a nascer

numa manjedoura em Belém da Judéia.

 

A FESTA DA RESSURREIÇÃO
A Observância de Áries

 

Essa santificada observância é iluminada pela Luz que jamais brilhou

sobre terra ou mar. Ela bruxuleia em beleza e tremula em êxtase,

beleza e êxtase dessa grande nova vida ressurgente que é a marca do

Cristo Ascendente. Quem nunca vibrou até à exaltação da consciência

que surge quando se contempla o fulgor misterioso que banha as

montanhas nas manhãs de Páscoa, momentos antes do místico amanhecer?

Um poder transcendente irradia sobre a Terra nessa hora, algo nunca

sentido em qualquer outra época do ano. É a Luz do Cristo

Ressurreto , a Luz mantida aprisionada dentro da Terra desde o

Advento do Solstício de Dezembro. Sua libertação traz uma gloriosa

alegria espiritual para aqueles que são sensíveis às mais superiores

forças da Natureza.

Cada ano, essa vibrante força magnética da Luz de Cristo inspira

sempre maior número de pessoas em todo o mundo a praticarem o serviço

do amanhecer, ao ar livre. Quando nos tornarmos suficientemente

sábios para podermos nos sintonizar completamente com essa força

emanada na manhã de Páscoa, as doenças desaparecerão e os hospitais

não mais serão necessários, pois o homem será capaz de seguir a

injunção de Cristo, "Médico, cure-se a si mesmo". Infelizmente, a

humanidade não aprendeu a se colocar em perfeita harmonia com a

vibração benéfica de Cristo. Quando isso for feito, cada um de nós

virá a conhecer sua manhã de ressurreição pessoal.

Naquela primeira manhã de Páscoa e dentro de seu próprio sagrado

santuário, subitamente Maria percebeu que o seu Santuário achava-se

preenchido pela mesma dourada Luz que cercava as montanhas lá fora.

Então, nas asas do amor, o corpo glorificado do Cristo Ressurreto

apareceu diante dela. Assim , os olhos de Maria foram os primeiros a

contemplar o Senhor Ascendente.

O trabalho transmutativo dessa Observância de Áries (Abril) é

derramar as forças de Amor, Luz e Vida no mundo para que a

consciência da humanidade possa ser crescentemente impressionada pela

percepção de que não existe morte, que a vida é eterna e o amor é

imortal.

 

A FESTA DA PREPARAÇÃO
A Observância de Touro

 

Maio é o mês dedicado primordialmente à Amada Senhora, pois ela é

verdadeiramente a alma de maio. Sua pureza é igual a dos alvos lírios

que levantam seus cálices para captar os primeiros raios do sol

matinal. Sua beleza e fragrância são como a graça e o perfume das

rosas que embelezam nossos jardins em maio. Ela é tanto o Lírio do

Vale como a Rosa de Sharon.

Um verdadeiramente belo cerimonial para esse mês é observado no

Templo dos Mistérios Cristãos. Ele diz respeito a mães e filhos

porque todos os Egos que estão se preparando para assumir a forma

humana no transcurso do ano seguinte se reúnem para receber a benção

da Divina Senhora e sua hoste de Anjos auxiliares. Diz respeito,

também, a todas as futuras mães sobre as quais são tecidas, por essas

hostes angélicas, brilhantes grinaldas de bênçãos.

Quão interessante é o fato das verdades espirituais serem sempre

refletidas no mundo exterior. Quando um dia foi reservado para

homenagear as mães, a data escolhida por intuição espiritual foi o

segundo domingo do mês de Maria.

Outro aspecto bastante belo da Observância de maio é a bênção de

todas as pequenas criaturas, os espíritos da natureza, que trabalham

para embelezar a paisagem terrestre. A Divina Mãe e seus Anjos

emprestam sua ajuda para aumentar e acelerar as atividades desses

pequeninos seres de modo a que o trabalho deles, de tornar a Natureza

tão encantadora ao olhar, possa ser apressado.

Essas diminutas criaturas parecem estar conscientes dessa grande e

forte chuva espiritual e, festejando sua intensidade, eles se lançam

ao trabalho de colorir e embelezar a natureza em completo e alegre

desprendimento. É por isso que Maria coroa o seu mês de maio com uma

bênção de recém-criada beleza.

 

A FESTA DO AMOR
A Observância de Gêmeos

 

Em junho, quando o Sol passa por Gêmeos, é celebrado o incomparável

Processional do Amor. Até esse mês, toda a observância esteve sob a

supervisão de Anjos e Arcanjos. Agora, contudo, Seres louvados

conhecidos como Querubins e Serafins, as Hierarquias de Câncer e

Gêmeos, respectivamente, é que estão no controle. Seu trabalho é

derramar sobre a Terra correntes poderosas de Amor, a principal força

estabilizadora deste planeta.

Durante o glorioso Processional, estes elevados Seres irradiam com

todo o brilho de dez mil sóis. Suas rodopiantes e cintilantes

emanações permeiam todo o nosso planeta até este assemelhar-se a uma

potente esfera de ouro fundido.

A Divina Senhora é a Rainha desse Processional, pois ela é o ponto

central do foco por meio do qual essas poderosas correntes de Amor

são derramadas sobre toda a humanidade. Alçada bem alto acima da

esfera terrestre, ela acha-se transfigurada, parecendo ser uma mescla

da brilhante luminescência do Sol com o luminoso reflexo da Lua.

Maria não é somente a Rainha do Amor dessa elevada festa, ela é

também a mãe compreensiva e piedosa para todos que buscam sua ajuda -

pois é apenas mediante tão inefável dedicação ao Amor, como a sua,

que nascem a verdadeira compreensão e piedade.

O Amor é o maior poder do mundo, que pode mudar todas as coisas,

pessoas e condições. Sua ilimitada potência transformadora age na

magnificente observância de junho. Num êxtase de visão, São Paulo

testemunhou esse Processional do Santo Amor, tendo a gloriosa Maria

por Rainha. Quando retornou, e ainda nas asas da inspiração, ele

escreveu uma das mais sublimes canções de amor que o mundo já

ouviu, "embora eu fale a língua dos homens e dos Anjos, se eu não

tiver amor, serei como o metal que soa ou como o sino que tine."

Que a humanidade responde intuitivamente às correntes do Amor que

permeiam o mundo inteiro por essa ocasião, está evidente no fato de

que junho é o mês dos namorados e muitos casamentos se dão nessa

época. As pessoas no mundo de hoje pouco percebem que hábitos

culturais nada mais são que ecos e sombras projetadas de verdades

transcendentais que existem e se manifestam além do véu.

 

A FESTA DA VISITAÇÃO
A Observância de Câncer

 

Câncer é a poderosa constelação das mães. Murillo, o grande artista

espanhol, quando em êxtase, teve a visão da Divina Maria e de seu

papel no belo cerimonial de Câncer. Ele a viu glorificada, com seus

pés sobre a Lua, simbolizando ter ela dominado todas as emoções de

sua natureza inferior. São João contemplou visão semelhante de Maria

de como ela participou do cerimonial de Leo. Ele a descreveu na

Revelação como a mulher de pé sobre a Lua coroada com a glória do Sol.

O belo cerimonial que diz respeito a Câncer é biblicamente conhecido

como A Visitação, pois, nessa época do ano, Maria subiu o monte para

passar três meses na casa de Isabel, outra elevada Iniciada. A

história dessa visitação é uma das gemas mais preciosas em toda a

Bíblia, revelando uma das mais importantes verdades jamais dadas à

humanidade. É a revelação da importância da época pré-natal.

Emerson disse que quando a criança sai do corpo de sua mãe, o portão

das dádivas fecha-se por trás dela. Verdade é que uma sábia mãe pode

exercer enorme influência sobre a criança que vai nascer. Essa é uma

verdade que algum dia receberá a devida atenção na educação pública.

Deveria ser ensinada em uma versão adequadamente adaptada, desde os

primeiros anos da escola até à faculdade. A nova raça jamais poderá

vir a nascer antes que as futuras mães compreendam e prestem atenção

aos ensinamentos ocultos sobre o período pré-natal.

Vez por outra, algumas pessoas são levadas a testemunhar nos planos

internos essa importante observância de julho. Elas retornam aos

reinos externos para escrever, ensinar e falar sobre seu significado

vital, de modo a que as massas possam vir a aceitar e ser guiadas

pela sabedoria dos planos internos.

Maria viveu na região fisicamente mais elevada e também na região

mais elevada de consciência. Ela fez seu lar no sagrado santuário de

Isabel e diariamente comungou com os Anjos. Maria e Isabel contataram

ambas, de vontade própria, os dois Egos avançados que buscavam

corporificar-se por meio delas - Jesus, que veio ao plano físico no

mais perfeito e belo corpo que já habitou a Terra e João, o Batista,

de quem Cristo falou, "entre os que nasceram de mulheres jamais

existiu alguém maior".

  

 

A FESTA DA ASSUNÇÃO
A Observância de Leo

 

A Observância de Leo diz respeito à Assunção da Abençoada Virgem .

Ela estava sempre mais próxima dos Anjos que da humanidade. Poetas a

ela se referiram como sendo metade humana e metade divina, mesmo

quando menina. Grandes artistas retrataram-na rodeada de Anjos mesmo

quando empenhada nas mais humildes tarefas domésticas.

O Ritual de Leo acha-se baseado na Iniciação Suprema da Divina

Senhora. Tendo aprendido todas as lições que a Terra tinha a ensinar,

ela foi alçada nas vibrantes correntes da onda do amor de Leo e

transportada aos reinos angelicais. Daí a Igreja ensinar que Maria é

Rainha, tanto dos Anjos quanto dos homens.

À Iniciação de Maria compareceram elevados Seres celestiais, fileira

por fileira e categoria por categoria, cada um revestido de tão belo

e luminoso brilho e de tão raro esplendor, que até parecia que as

mais brilhantes galáxias haviam desertado o Céu para prestar

homenagem à Terra.

A Festa da Assunção marca um dos mais sublimes acontecimentos da

Terra e por isso Maria, a abençoada Senhora, tornou-se Maria, a

Divina Senhora. Ela havia aperfeiçoado sua humanidade e estava

pronta, enquanto ainda em corpo físico, para descartar sua roupa de

mortalidade e revestir-se do traje da imortalidade. Ela estava

preparada para subir a dourada e evolutiva escada que se estende

entre os reinos humano e angélico. Maria, a mulher, tornou-se Maria,

o Anjo.

Cada Hierarquia celestial presente nesse sublime acontecimento

movimentava-se em sua respectiva nota-chave musical e cada tom estava

tão penetrantemente doce que o ar palpitava em êxtase e até as

estrelas re-ecoavam o canto divino. Maria, verdadeiramente, mediante

sua divindade, foi coroada ao som da música das esferas.

Contudo, a perfeita Maria renunciava à sua elevada posição para

passar todo o seu tempo no plano terrestre. Onde quer que haja uma

profunda aflição, onde quer que aconteça um trágico desastre, ela e

sua hoste de Anjos auxiliares são encontrados prestando serviço. Ela

continuará prestando seus auxílios até que toda a humanidade esteja

Cristianizada.

 

O CERIMONIAL DA PAZ
A Observância de Virgo

 

Em setembro, tem lugar o exaltado Cerimonial da Paz. Um poeta nos diz

que a palavra setembro é sinônimo de paz. Como bem sabe o místico,

nesta estação do ano toda a Terra é banhada em gloriosa disposição

para a Divina Calma. Durante esse mês os sensitivos gostam de retirar-

se para o silêncio e a serenidade das florestas para meditarem e

serem iluminados, pois hostes de Seres Celestiais aproximam-se da

Terra nessa época.

De fato, este planeta fica literalmente inundado de acariciante

calma. Há aqueles em nossa esfera mundana que são escolhidos de modo

a poderem testemunhar o espetáculo de setembro para depois retornarem

inspirados para dedicarem suas vidas ao serviço da causa da paz. A

Lei Divina trabalha ardente e continuamente pela paz, daí ser natural

Ela ter escolhido a época tranqüila de Virgo para seu próprio

nascimento na Terra.

A Hierarquia de Virgo é a dos Senhores da Sabedoria. O membro mais

exaltado dessa Hierarquia é feminino em princípio e a esse membro nos

referimos como sendo a Mãe do Mundo. Aqueles que acham-se

familiarizados com as pinturas de um dos maiores artistas modernos,

Nicholas Roerich, sabem que grande parte de sua inspiração artística

foi centrada em torno da Mãe Cósmica. Muitas de suas famosas telas,

distribuídas hoje em dia pelos dois hemisférios do planeta, retratam

o radiante semblante desse Ser Beneficiente. Foi ela que tornou-se o

Instrutor de toda a santificada Iniciada escolhida para ser a mãe

física de um Salvador do Mundo. Esse Ser Cósmico transcendental

instrui no mais profundo de todos os mistérios: o da Imaculada

Concepção.

A Imaculada Concepção é a mais elevada aquisição da humanidade. É a

ponte dourada que liga a nossa onda de vida humana à dos Anjos. Maria

atravessou esta ponte antes de ser considerada digna de tornar-se o

modelo perfeito para exemplificar o sagrado mistério da Imaculada

Concepção.

 

A FESTA DO CORAÇÃO ILUMINADO
A Observância de Libra

 

Outra observância transcendental é celebrada em outubro, a Festa do

Coração Iluminado.

As Hierarquias de Gêmeos e Câncer derramam suas forças de Amor nos

Reinos Espirituais da Terra durante o período de Gêmeos. No mês de

Leo, essas poderosas correntes de Amor descem e difundem-se nas

regiões do Desejo e Etérea da Terra. Então, em outubro, o poder do

glorioso Amor toca o corpo físico da Terra.

Isso ocorre na época do Equinócio de Setembro. As radiações do Amor

de Cristo penetram gradualmente as várias camadas do planeta até que

na ocasião do Solstício de Dezembro elas alcançam seu poder máximo e

esplendor no coração da Terra.

Cada dia, desde o Equinócio de Setembro ao Solstício de Dezembro,

aquelas radiações oferecem ao aspirante uma oportunidade para que ele

faça uma preparação especial para o nascimento do Espírito de Cristo

dentro de seu coração. Hostes de Anjos em serviço, liderados pela

Divina Senhora, derramam vapores de Luz e Amor sobre a Terra.

Muitos santos que tiveram visões da Senhora descreveram a gloriosa

Luz que irradiava de Suas mãos e pés. Bernadette se refere a eles

como belos centros de Luz tais como rosas desabrochando. É desses

centros espirituais despertados que a Virgem irradia continuamente

Amor e Luz por sobre a humanidade.

Como essa poderosa corrente de Cristo penetra a Terra ano após ano,

forças evolucionárias acham-se progressivamente em aceleração. Como

os impulsos de Cristo imprimem-se sempre com maior força e clareza

nos corações e mentes dos homens, então bondade, tolerância , amor,

simpatia e compaixão irão pouco a pouco substituindo seus opostos.

A falta de humanidade do homem para com os de sua espécie e contra os

irmãos menores do reino animal vai acabar. A fraternidade tornar-se-á

uma realidade na Terra. Tais são os objetivos que a Abençoada Senhora

está sempre buscando alcançar.

 

 

A FESTA DA IMORTALIDADE
A Observância de Scorpio

 

A Observância que ocorre em novembro, enquanto o Sol está

transitando pelo signo de Scorpio, é a Celebração de Finados. A

Igreja de hoje reserva o início de novembro para celebrar essa data.

Durante a observância de maio (Tauro) os Egos prontos para retornar

em corpo físico durante o ano corrente, reúnem-se para receber as

bênçãos da Divina Virgem e Sua hoste de ministros angélicos. Durante

a observância de novembro (Scorpio), todos os que abandonaram seus

corpos durante o ano que passou reúnem-se para que também eles possam

ser abençoados pela Senhora e Seus Anjos. A Luz Dourada gerada por

essas bênçãos encoraja e acelera o progresso superior dos Egos recém-

libertados.

Para os iluminados, as chamadas vida e morte são dois aspectos da

existência imortal. Para eles, a morte não é mais que uma passagem

para os Reinos Superiores de Vida e os mais amplos campos de

atividade. Era nisso que a Igreja acreditava até cerca de trezentos

anos após a Crucificação. Durante os primeiros dias dos Mistérios

Cristãos, o Senhor Cristo, Maria e os Discípulos conviviam

livremente com os membros da Igreja. Ensinavam aos seus seguidores

e com eles trabalhavam incessantemente, do mesmo modo que o faziam

quando estavam em Seus corpos físicos.

É propósito do Cerimonial de Novembro levantar o véu entre os vivos e

aqueles chamados mortos. Muitos dos que testemunharam essa

Observância nos planos superiores trouxeram de volta uma percepção

consciente e subconsciente de que a morte não existe, que não há nada

mais do que Vida Eterna e Amor Imortal.

Como o Ritual de Scorpio vem prosseguindo durante os anos que se

seguiram, milhares irão dar seu testemunho da imortalidade, e o véu

da separação tornar-se-á cada vez mais fino até que a convivência

entre os planos visível e invisíveis seja completamente

estabelecido. Então toda a humanidade exclamará triunfalmente com

São Paulo: "Ó morte, onde está teu aguilhão? Ó, túmulo, onde está tua

vitória?"

 

 

A FESTA DA IMACULADA CONCEPÇÃO
A Observância de Sagitário

 

A última observância do ano ocorre em dezembro quando o Sol passa

pelo signo de Sagitário. Esse é, talvez, o mais elevado e mais belo

de todos os cerimoniais, o mais amado pela Abençoada Senhora. É a

Festa da Imaculada Concepção.

O Mestre disse a Seus discípulos que só o puro de coração veria a

Deus, e não antes do sagrado Mistério da Imaculada Concepção ser

compreendido e aplicado na vida da humanidade teríamos uma raça

concebida em pureza. Então haverá de verdade um novo Céu e uma nova

Terra.

Quando estudava as Verdades Eternas, o inspirado Isaías teve a visão

de glorioso futuro em que cada homem viverá sob sua própria videira e

sua própria oliveira. Declarou que todos os homens moldariam suas

espadas em relhas de arado e suas lanças em podadeiras, "pois a Terra

estará preenchida pelo conhecimento do Senhor assim como as águas

cobrem o mar".

Pois assim foi que a Virgem Santa vislumbrou uma humanidade nova e

glorificada quando declarou triunfantemente que as gerações futuras

surgiriam e a declarariam abençoada. Ela percebeu plenamente que era

a escolhida para dar a luz ao grande Mestre Jesus e, num corpo

físico, para corporificar o tipo ideal perfeito da suprema realização

humana neste planeta - a Imaculada Concepção.

Branco e azul são as cores da Divina Senhora. Branco e azul são

também as cores com as quais o Templo é decorado para essa refinada

festa. Durante todo o mês de dezembro, a Senhora, acompanhada por

grande número de Anjos e Arcanjos, chega bem próximo da Terra e

muitas vezes pode ser vista passando em triunfo através dos dias e

das noites dessa sagrada estação, declarando: "Eu sou a Imaculada

Concepção! Eu sou a Imaculada Concepção!"

 

 

A FESTA DA NATIVIDADE
A Observância de Capricórnio

 

A observância para janeiro ocorre quando o Sol passa pelo signo de

Capricórnio na noite do Solstício de Dezembro. Como já foi observado,

as energias liberadas a cada Cerimonial continuam inundando nossa

Terra durante a época em que o Sol transita em cada signo, em

particular no caso de Capricórnio. O Cerimonial acha-se relacionado

com esse sagrado acontecimento: A Natividade.

Jesus nasceu numa manjedoura onde os animais se alimentavam. Da mesma

maneira, o nascimento do Cristo no homem tem que acontecer numa

manjedoura - isto é, em sua natureza inferior. Ainda não há lugar

na hospedaria para Ele nascer, pois a hospedaria está na cabeça.

O primeiro trabalho de um aspirante no Caminho é a purificação e

espiritualização de sua natureza inferior. Por isso, o próprio

Cristo sempre nasce numa manjedoura.

Durante o mês de Capricórnio, hostes de Anjos mandam poderosas

correntes de purificação e cura, aproximam-se e cantam sem

parar, "Que o Cristo nasça em você!" Isso gera e irradia um imenso

poder. Quão pouca percepção nós temos das benéficas emanações que são

continuamente irradiadas para nós vindas dos planos internos!

Exatamente oitocentos anos após a Natividade, os orgulhosos romanos

que crucificaram Cristo ajoelharam-se perante Ele em homenagem - pois

quando o soberano Carlos Magno foi coroado Imperador do Oeste no Dia

de Natal em 800 d.C., abriu-se o caminho para o estabelecimento da

Cristandade na Europa. Duzentos anos depois, numa Noite de Natal,

Guilherme o Conquistador foi coroado e as Ilhas Britânicas ficaram

sob a influência dos ensinamentos cristãos. Um ano após, novamente no

Natal, foi inaugurado o primeiro parlamento de homens livres que o

mundo jamais havia visto.

Poucas pessoas percebem o prodigioso poder espiritual que inunda a

Terra na época do Santo Natal. Os Sábios usam todas as oportunidades

e canais para fazer frutificar o Plano Divino na Terra.

A observância do Solstício de Inverno (Verão no hemisfério Sul) vai

continuar nos mais profundos planos até que Cristo nasça no coração

de cada um.

 

 

A FESTA DA DEDICAÇÃO
A Observância de Aquário

 

Em fevereiro, acontece o cerimonial da dedicação. Quão magnífica foi

a ocasião em que Jesus Menino foi levado ao Templo. Deve ter sido o

maior dia na história de Jerusalém. Por centenas de anos, o povo da

Palestina falou do Messias prometido, rogou por sua vinda e aguardou

ansioso por tão esperado acontecimento. Entretanto, quando Ele

chegou, esse mesmo povo entregou-se calmamente às suas rotinas.

Não tivessem eles sido tão insensíveis e insensatos, teriam visto o

ofuscante raio de Luz que iluminou toda a estrutura do Templo, quando

da entrada desse Santo Ser. Teriam ouvido o elevado coro dos Anjos e

Arcanjos que sempre acompanhavam os passos da criança de modo a

envolvê-lo em um literal halo de som, que tornou-se Seu sustento e

Sua proteção.

Os únicos a reconhecê-lo foram os mais altos Iniciados, Simão e Ana.

Eles sabiam que a preciosa criança havia chegado à Terra para servir

de canal para o Senhor Cristo. Eles também perceberam o papel vital

que Sua santa mãe desempenharia no drama de Cristo. Por isso, eles

ofereceram palavras de amor e de coragem para fortalecê-la e

sustentá-la.

Na vida da humanidade, o Templo representa o mundo. Dedicação e

consagração a todas as causas nobres e a todo idealismo elevado são

os objetivos das forças que os Grandes Seres derramam no coração da

humanidade durante a Festa da Dedicação.

Dedicação e consagração, num Serviço em permanente ampliação para o

desenvolvimento do espírito de fraternidade por todo o mundo, fazem

soar a nota-chave de Aquário, já que fevereiro é o mês da realização

das esperanças e da frutificação dos sonhos.

 

 

A FESTA DA ANUNCIAÇÃO
A Observância de Peixes

 

O Cerimonial de março é um dos mais bonitos e misteriosos de todos os

rituais. É conhecido como a Festa da Anunciação. A Festa tem uma

descrição velada da primeira Iniciação da Virgem Maria na Terra.

Então, pela primeira vez, ela compreendeu totalmente seu destino

incomparável e de como foi escolhida para dar a luz a esse Ser por

meio de quem o Senhor Cristo, o Salvador da humanidade, viria à Terra.

O professor e iniciador de Maria foi o belo, gentil e ternamente

simpático Gabriel. Gabriel é o anjo que guarda e guia o Espírito da

Maternidade no mundo inteiro. Ele envia anjos ministros para abençoar

toda a mãe em perspectiva. Esses mensageiros angélicos cuidam e

dirigem um espírito para a mãe e o lar onde ele vai encontrar

corporificação.

As enfermarias para maternidade nos hospitais são freqüentemente

iluminadas pela luz de faces angélicas e perfumadas pelas preces e

bênçãos dos anjos atendentes. Às vezes, essas enfermarias recebem

santificação dobrada pela presença do próprio Grande Anjo Gabriel.

Desde a sua mais tenra infância, Maria foi cercada por esse amor e

cuidado, pois estava destinada a tornar-se o perfeito e exemplar

modelo de maternidade para todas as mulheres. Muitas e variadas foram

as experiências de alma a ela dadas sob a tutela do Anjo Gabriel.

Essas experiências atingiram suprema culminância na onda gloriosa da

Anunciação.

A particular nota-chave musical em que Gabriel vive e se move e tem

sua existência emite uma benção contínua sobre o Espírito da

Maternidade. Todas as canções de ninar e de acalanto compostas por

inspirados músicos através dos tempos acham-se sintonizadas na nota-

chave musical de Gabriel.

Pelo exposto, os Iniciados dos planos mais internos escolhem sempre

uma das quatro estações sagradas como a ocasião para darem à

humanidade maior iluminação. Por isso Céu e Terra acham-se na mais

profunda comunicação. Assim, encontramos a Anunciação ocorrendo na

estação do Equinócio de Março. Após esse elevado evento, o semblante

de Maria emitiu uma luz tão magnífica que até mesmo seus companheiros

de Templo e seus pais hesitaram em se aproximarem de sua exaltada

pessoa. Por todo o tempo em que permaneceu na Terra, sua face nunca

perdeu o brilho, pois achava-se investida de uma figura angelical.

Humildade, obediência e serviço são as forças irradiadas para o homem

durante a Festa da Anunciação. Isso também compõe a nota-chave de

Pisces, tornando-se assim os temas para meditação e manifestação

durante essa santa estação.

 

Bibliografia

AO LONGO DO ANO COM MARIA faz parte da obra "The Blessed Virgin

Mary", Her Life and Mission, escrita por Corinne Heline.

 

 

 

Edição

Editado pela Fraternidade Rosacruz Max Heindel, Centro Autorizado do

Rio de Janeiro.

 

ALTO

RETORNAR

HOME